Anatomia

 

Qual a matéria do poema?
A fúria do tempo com suas unhas e algemas?

 

Qual a semente do poema?
A fornalha da alma com os seus divinos dilemas?

 

Qual a paisagem do poema?
A selva da língua com suas feras e fonemas?

 

Qual o destino do poema?
O poço da página com suas pedras e gemas?

 

Qual o sentido do poema?
O sol da semântica com suas sombras pequenas?

 

Qual a pátria do poema?
O caos da vida e a vida apenas?

 

Fevereiro 2007 – jornal Dez Faces #4 – livro Inventário 2016


 

Ana Caetano é poeta, tradutora e professora da Universidade Federal de Minas Gerais. Nasceu em Dores do Indaiá, Minas Gerais, em 1960. Publicou os livros de poemas: Levianas (1984) e Babel (1994) com Levi Carneiro, Quartorze (1997) e Inventário (2016). Participou da coordenação dos projetos Temporada de Poesia (1994) em comemoração aos 100 anos de Belo Horizonte, Poesia Orbital (1997), coleção de livros de 60 poetas de Belo Horizonte, do CD Cacograma (2001). Foi coeditora da revista Fahrenheit 451 (1989-1993) e dos jornais de poesia Inferno (1998) e Dezfaces (2007-2008). Seus poemas e suas traduções de poemas já foram publicados em várias outras revistas culturais e alguns deles fazem parte da Antologia Dezfaces (2008). Foi editora da coluna de poesia (2006-2009) e é atualmente editora de literatura estrangeira do jornal Letras

 Imprimir  E-mail

Edição Anterior 07