• Home
  • Apresentação 01

Apresento-lhes Derivas Analíticas!

Num primeiro momento esta saudação me pareceu adequada para inaugurar um antigo projeto da Seção Minas da EBP: a sua revista digital.
Ao escrevê-la, contudo, esta saudação me pareceu incongruente com o que almejamos: afinal, é comum apresentar alguém ou alguma coisa que já conhecemos, e Derivas analíticas é ainda uma desconhecida mesmo para aqueles que vêm trabalhando por ela… Ela se refere, como o nome indica, ao Trieb freudiano, traduzido como Drive em inglês, significante que, como nos lembra Yolanda Vilela, tinha em Lacan uma forte ressonância. Ele chegou a pensar em dérive como a melhor tradução, em francês, para a pulsão. Por enquanto nomeamos nossa Derivas analíticas como uma revista digital. Seria mesmo uma revista? Difícil, não? Como se dá a leitura de uma revista digital?

Somos acostumados às revistas impressas, e a designação digital carrega em si toda uma novidade que subverte até mesmo o que entendemos por leitura. Além do escrito, vocês encontrarão em D.A, imagens, sons, links, toda uma gama de mídias que a linguagem binária, e essa sempre surpreendente expressão que ela encontra em nosso tempo, permite. Esta é a nossa aposta.

Derivas analíticas pretende ser um circuito pelo qual, guiados pelo discurso da psicanálise, percorreremos os diversos campos da cultura e suas diversas formas de manifestação. Ela apenas inicia, está por se fazer. O vir a ser é algo que nos é bem caro a partir do último ensino de Lacan. Bem-vindos ao circuito da Derivas analíticas que ora se inaugura!

Participem, interajam, leiam, compartilhem, curtam!

Agora sim, melhor!

Afinal, se navegar é preciso, as Derivas, embora tenham um circuito a percorrer, não apresentam nenhuma precisão.

Henri Kaufmanner – Diretor da EBP-MG

 Imprimir  E-mail